Exame Psicotécnico e Entrevista - Perguntas de Entrevista.

Psicotécnico à concursos jurídicos


 Antes da Prova Oral você fará o Exame Psicotécnico e a Entrevista, essas duas Provas vão examinar a sua personalidade e o seu equilíbrio emocional.

 A calma e a tranquilidade aliada ao bom senso são dois aliados que ajudarão consideravelmente.

Um futuro Magistrado não pode ser radical e muito menos pessimista ao extremo.

Exemplo: você recebeu uma figura com borrões e responde na observação solicitada que no seu ponto de vista aquela figura representa um desastre ou um crime de estupro... em outras palavras, algo que demonstre um total desatino.

Observe o mundo pelo lado mais simples e mais bonito.

Alguns estados brasileiros fazem a ENTREVISTA com os candidatos à  Magistratura e ao Ministério Público antes da Prova Oral.

Essa Prova é muito importante para esses Órgãos, pois é nessa Entrevista que eles poderão saber como é o temperamento e o equilíbrio psicológico de cada candidato.

Embora seja uma prova simples, o nervosismo como é normal, aparece e o candidato pode se atrapalhar nas respostas.

 “As palavras e as ideias são como flechas, depois de arremessadas não voltam jamais”.

O importante na Entrevista é estar relaxado, calmo e de bem com a vida.

Na teoria o que estamos falando é fácil, porém, na prática, às vésperas de uma Prova Oral, o sangue está correndo a mil pelas veias. Não é verdade candidato?

Como é que devo agir para ficar calmo e relaxado antes de uma ENTREVISTA?

O órgão mais importante nessas ocasiões é o cérebro, ele liga a tua alma ao teu corpo. E é ele que vai transmitir as tuas respostas às perguntas da banca examinadora. Quanto mais flexível estiver o teu cérebro, melhor será a tua entrevista.

É interessante saber que o cérebro possui aproximadamente cerca de cem a duzentos bilhões de neurônios, células altamente especializadas e que obedecem às palavras.

Outro detalhe interessante é que ele ocupa de um a dois por cento do tamanho do corpo e em contrapartida, consome 25% do oxigênio de todo o corpo. E, quando aparece uma situação como a da entrevista para a prova oral, a glândula supra-renal libera uma pequena quantidade de adrenalina que percorre toda corrente sanguínea, ocasionando situações desagradáveis como: tensão, nervosismo, taquicardia, vermelhidão e especialmente o famoso “BRANCO”.

 

Como faço para eliminar o nervosismo antes da entrevista para a Oral?

- Use a seguinte técnica!

- Ao acordar, lá no banheiro, olhe para o espelho e busque um sorriso e logo depois um riso. Se você tentar três a quatro vezes, vai acabar rindo, mesmo que não esteja com a mínima vontade. (quando você ri, você fabrica endorfina e ela é o hormônio da felicidade, da alegria, das coisas boas e da excelente prova oral)

Só você poderá transformar esse dia, num dia lindo.  Transforme-o!

Pode ter certeza, que se você amanhecer de mau-humor, “azedo”, o teu dia e a preparação para a entrevista da Oral, será difícil e atrapalhará à naturalidade nas respostas  e nas coordenações das ideias.

- Em seguida, ainda em frente do espelho, solte o famoso “HÀ!!!”, “HÁ!!!”.

O “HÁ” com o som de “RRá”, tem que sair lá do umbigo, em tom alto pela boca, como se você estivesse expulsando as coisas ruins: tristeza, desânimo, nervosismo, timidez, mágoa, raiva, pensamentos negativos, sentimentos de culpa e outras coisinhas parecidas.

- Incorpore uma postura de vencedor! – Isto é, posição reta, sobre as duas pernas, imagine um fio invisível esticando das pontas do seus cabelos até o teto. Um outro fio imaginário do ombro direito à parede direita e outro do ombro esquerdo à parede esquerda.

- Levante os braços, inspirando pelas narinas, segure uns três segundos o ar no cérebro, e solte pela boca, fazendo pressão nos lábios; repita outra vez, com um sorriso no rosto, e você observará que estará mais calmo.

- Aperte a sua mão forte (a mão que você usa no dia-a-dia para escrever) e diga em voz alta: “Sou inteligente e sou capaz! Eu sei, Eu quero, Eu posso, Eu Faço! – Hoje será o dia mais lindo da minha vida! Ou: Hoje será a melhor entrevista da minha vida! – Ninguém melhor do que eu para dar uma excelente entrevista! – Eu quero me parabenizar de estar da Prova Oral!  - Parabéns Campeão!”

Outra técnica que deve ser usada diariamente é a respiração pelo diafragma.

Ao inspirar pelas narinas, infle o abdômen. Ao expelir o ar pela boca,  recolha o abdômen, como se o umbigo encostasse nas costas.

Qual a razão dessa técnica antes de uma entrevista ou de uma prova oral?

- Com a ansiedade e o nervosismo, a adrenalina que corre na corrente sanguínea, forma focos de dores e os 25% do oxigênio do cérebro saem em socorro às partes afetadas pelo medo da prova. Daí, a importância de reabastecer o cérebro de oxigênio novamente.

Em outras palavras, o cérebro flexível e oxigenado funciona bem, por outro lado, ele nervoso e fechado, trava e o candidato troca as respostas e fala coisas sem sentido e desequilibrado.

Crie o hábito de respirar pelo diafragma corretamente, todas as vezes que estiver nervoso ou prestes a uma prova para concurso. Lembre-se: ao inspirar pelas narinas, esboce um sorriso de 3 a 4 segundos, depois solte o ar pela boca, fazendo pressão nos lábios.

Na Entrevista o que os examinadores realmente analisam é a sua capacidade de pensar, sentir, interagir e agir diante de situações ou perguntas indiscretas, “saias justas” ou ainda, que necessitam de FEELING e/ou jogo de cintura, próprias de um futuro magistrado ou promotor de justiça, diante de fatos ou acontecimentos semelhantes.

Como devem ser as respostas?

- Use o bom senso!

- Evite o radicalismo!

- Nas respostas, imagine como se você fosse Juiz ou Promotor.

- Embase suas respostas e seus conceitos usando a razão e não a emoção face as perguntas.

Vamos lá!   - aperte uma mão à outra, respire, solte o ar pela boca com um leve sorriso e responda as seguintes perguntas:

1.      Por que o candidato (a) quer ser Juiz de Direito ou Promotor de Justiça?

2.      O Candidato(a) está inscrito também para outros concursos?

3.      Se for aprovado nesse concurso, fará ou continuará as provas do concurso para outra área?

4.      Vossa Senhoria se acha em condições de exercer tal cargo?

5.      É casado? Tem filhos? Qual o impacto de sua aprovação em sua vida pessoal e familiar?

6.      Vossa Senhoria sabe quanto é o salário? – Acha compatível com a posição que ocupa?

7.      O Candidato (a) é a favor da greve no serviço público?

8.      O que acha da adoção por casais GAYS?

9.       Participaria de uma greve por melhores salários, se toda a sua Instituição lhe convidasse?

10.   O Candidato(a) testemunharia em favor de um agente público acusado de corrupção?

11.   Se Vossa Senhoria desentendesse com o (Juiz/Promotor) da comarca ou da vara na qual atua, como procederia?

12.  Se o Candidato(a) percebesse que o seu chefe direto está sendo omisso no cumprimento de seu dever, o que faria?

13.   Qual a posição do candidato, quanto à liberação do aborto?

14.   A CF fala na união estável entre homem e mulher. Qual a sua opinião ao reconhecimento da união estável entre pessoas do mesmo sexo (STF) ?

15.   O candidato (a) numa comarca pequena, sairia para correr ou caminhar com roupas esportivas (short, cação e sem camisa)?

16.   O Candidato (a) beberia uma cerveja ou bebida alcoólica num boteco popular?

17.   Vossa Senhoria levará processos para analisar em casa?

18.   Qual é a primeira coisa que o Candidato fará quando chegar a comarca?

19.   Vossa Senhoria em alta velocidade é parado pela Polícia e convidado para fazer o exame de bafômetro. Aceitaria?

20.   Qual a sua opinião sobre o sexo antes do casamento?



Se o Candidato estiver às vésperas de uma Entrevista para a Prova Oral, participe do treinamento Simulado, que ajudará a pensar e a responder o conceito adequado à futura carreira jurídica que aspira assumir.

Lembre-se: Uma pergunta na Entrevista com uma resposta completamente radical ou fora dos limites que sua futura profissão incrimina, pode ser o motivo de uma eliminação na ORAL.

Imagina você respondendo: 

Exemplo: “O Candidato participaria da marcha pela liberação da Maconha?”

 “Excelência, não só participaria da marcha, como já fiz uso dessa droga e de outras, que também sou a favor dessa tão almejada liberação. No meu ponto de vista o cigarro comum, prejudica mais a saúde do que ela”.

Candidato, com toda certeza, não seria uma resposta adequada. Não é verdade?

Desta forma, vá para a entrevista, com calma, serenidade e com as técnicas de usar a respiração diafragmática para relaxar a mente humana e saber o que está respondendo.

Sucesso!  E uma ótima Entrevista!

Acácio Moraes Garcia

Especialista no Treinamento para Prova Oral

www.AcacioGarcia.com.br

(48) 3225 2337 – 9981 0770

Acacio@acaciogarcia.com.br


Exame Psicotécnico e Entrevista  - Perguntas de Entrevista.