Prova Oral, Prova de Tribuna e ENTREVISTA para Promotor de Justiça de Santa Catarina

Qual a importância do Simulado na preparação à Prova Oral, Prova de Tribuna e na Entrevista no Concurso ao Minist


 Quando um candidato é classificado para a Prova Oral ao Ministério Público pode se considerar um vitorioso. Faça um retrospecto dos milhares que se inscreveram com você e veja quantos estão habilitados à Oral, talvez um pouco mais de trinta apaixonados por essa linda carreira jurídica.

As provas objetivas que antecederam foram difíceis e necessitaram muito estudo  nas diversas áreas solicitadas pelo Edital, todavia, as próximas que se aproximam ( Oral, Tribuna e Entrevista) pedem muita preparação psicológica, jurídica e oratória.

Quando falamos da prova oral, ou da arte de expressar uma ideia ou um conhecimento à  Banca Examinadora, os conceitos do certame jurídico se modificam e uma improvisação sem ensaio poderá prejudicar toda uma árdua caminhada.

Nas Provas que antecederam você tinha a oportunidade e tempo de modificar a letra do gabarito ou de mudar a tese, já na oral, tribuna e na entrevista, depois que você iniciou a definição do conceito, voltar para retificar a resposta, ocasiona um certo nervosismo e a ansiedade aliada a falta de técnica, passará insegurança e despreparo emocional aos examinadores.

Nos nossos simulados cada participante aprende as técnicas basilares do equilíbrio emocional, da respiração adequada para a fala e principalmente, como se comportar quando o assunto é desconhecido ou ocorreu o famoso BRANCO sobre àquela pergunta difícil.

No Simulado tentamos ensaiar o máximo semelhante às perguntas da entrevista, a tese da tribuna e ainda, uma bateria com mais de 2.000 perguntas jurídicas realizadas nas orais por todo o país.

Assim como na oratória o que interessa são os ensaios repetidos para uma ótima apresentação em público, no Curso Preparatório a Oral, Entrevista e Tribuna, cada participante passará por aproximadamente seis simulados, gravados e corrigidos.

Além disso, cada candidato será submetido às perguntas hostis e dúbias, aonde conduziremos  a um raciocínio diferente da resposta correta para checarmos sua habilidade e o equilíbrio emocional de focar na resposta completa e adequada à tese jurídica perquirida.

O nosso foco principal é transmitirmos as técnicas de como agir com naturalidade e buscar o equilíbrio emocional nas situações difíceis, bem como, falar com uma dicção clara e fluente, eliminando os famosos e intragáveis vícios de linguagens: "Né...Tá...Daí...Éh...Ih...Certo...è quando...assim ó...a gente...eu acho...e outros".

A cada um dos seis simulados individuais haverá um FEEDBACK das respostas completas, do comportamento de suas expressões faciais, da postura, oratória e gestos adequados para cada candidato.

É muito importante esses seis simulados que antecedem a oral, tribuna e entrevista, para que você  saiba como modular a altura de sua voz e a noção do peso de cada uma de suas respostas, se você nunca escutou sua voz, como é que vai saber a altura que irá falar?

O uso do microfone, a posição elegante na tribuna e as respostas de cunho individual na entrevista serão ensaiados corretamente e assistidos posteriormente, com as correções de praxe.

Você assistirá a gravação de suas apresentações, bem como, às de seus colegas e ainda, participará da banca examinadora simulada, aonde formulará perguntas aos colegas, treinando a postação e alternâcia da voz, orientado por um professor de oratória.

Cada candidatos irá receber os livros dos treinamentos, a apostila da oral, o DVD das seis filmagens dos simulados e o Certificado registrado pela Secretaria de Educação de Santa Catarina.

Os depoimentos dos nossos ex-alunos do Curso Preparatório à Prova Oral, hoje Promotores de Justiça, são unânimes na afirmação de que, se não fossem os ensaios nos simulados, os resultados poderiam ter sido diferentes na aprovação.

Participar do simulado é interagir, aprender e repassar inúmeros conceitos esquecidos, acrescentado de um novo aprendizado ensinado pelas apresentações dos colegas candidatos.

Outro detalhe importante é saber a técnica adequada para eliminar o nervosismo, a taquicardia, a sudorese, a gagueira emocional, o vermelhidão e o famoso branco nas respostas às vezes fáceis.

Como você pode observar nesse simples artigo, ensaiar o que vai ser dito na Oral é o princípio básico para transmitir calma, tranquilidade, equilíbrio emocional e muito conhecimento jurídico à augusta Banca Examinadora, que certamente torcerá para ter entre seus ilustres membros, um representante do PARKET a altura dessa renomada Instituição.

Uma excelente Prova Oral acompanhada de um Show na Tribuna e de uma Entrevista com respostas adequadas e coerentes com a sua maneira de  pensar, sentir e agir.

Um Fraternal Abraço!

Acácio Garcia


Prova Oral, Prova de Tribuna e ENTREVISTA para Promotor de Justiça de Santa Catarina